Plano Nacional das Artes

No passado dia 6 de setembro, a pedido da APECV, os seus membros da direção Marta Ornelas, Ângela Saldanha, Célia Ferreira e Teresa Eça foram recebidos por dois elementos responsáveis pelo Plano Nacional das Artes (PNA).
Este encontro decorreu da necessidade desta organização, enquanto organização científica das Artes Visuais, obter informações adicionais relativas à operacionalização, por todo o território nacional, deste novo plano de ação dos Ministérios da Cultura e  da Educação . 
No encontro supracitado foi reforçado que o PNA tenciona gerar sinergias entre escolas, autarquias, mecenato e artistas, promovendo o desenvolvimento de atividades interdisciplinares de fruição cultural. Foram ainda veiculadas informações adicionais, operacionais, respeitantes aos atores envolvidos e à distribuição de recursos para desenvolvimento das ações a levar a cabo.
A APECV demonstrou, nesta reunião, reservas relativamente a algumas linhas de ação previstas (sustentando-as em estudos nacionais e internacionais, de relevância científica, assim como nos resultados de projetos de natureza "similar" levados a cabo, por esta organização, ao longo dos últimos 20 anos), sendo que, no entanto, como  parceiro educativo do ME, se disponibilizou, desde já, para estar diretamente envolvida no PNA, operacionalizando alguns limites que considera essenciais para que os objetivos centrais possam ser atingidos, nomeadamente no âmbito da formação de docentes e na disponibilização de bibliografia / recursos digitais a todos os elementos envolvidos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share this post

Leave a comment

Filtered HTML

  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.

Plain text

  • Não são permitidas tags HTML.
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.