Exposição : Look, make, think!

 Curadoria Hester Elzerman-  ' Welcome Stranger'.  Holanda

27 de julho a 15 de setembro

 

Title: Look, make, think!

' Welcome Stranger' (Amsterdam, the Netherlands) organizes meetings of art, artists and public at special locations. In this presentation all of them look at and think about the same questions to make new thoughts or objects.

Films of artists at work in their studio asking themselves a question are shown in this exhibition. How far can I look in a landscape and what do I see? How can I show that people belong together? Then the film stops and you are able to reflect on the question. At another screen you see children thinking and exploring the same question. Paper, materials from nature and materials to draw are present so you can think and make at the same time. After that you can continue the artist’ film to see how he or she worked with the question. The films were made to make connections easily and to stimulate creativity, not only in the Netherlands but also in other countries: all united by the same questions.... looking, thinking and making.

OLHA!Interage!  Reflecte!

' Welcome Stranger'(Amsterdam, Holanda) organiza reuniões de arte, artistas e público em locais especiais. Nesta apresentação, todos olham e pensam sobre as mesmas questões para criar novos pensamentos ou objetos.

 O filme  exposto na galeria da Quinta da Cruz  como objeto despoletador de diálogos com on público foi realizado por artistas do grupo Welcomo Stranger. No filme os artistas  trabalhando nos seus estúdios  fazem  as  perguntas: 

 Até onde posso olhar em uma paisagem e o que vejo? Como posso mostrar que as pessoas pertencem juntas?

Então o filme pára e você é capaz de refletir sobre a questão. Em outra tela, você vê crianças pensando e explorando a mesma pergunta.

Papel, materiais da natureza e materiais para desenhar estão presentes para que você possa pensar e fazer ao mesmo tempo.

Depois disso, você pode continuar o filme do artista para ver como ele trabalhou com a pergunta. Os filmes foram feitos para fazer conexões facilmente e para estimular a criatividade, não só na Holanda, mas também em outros países: todos unidos pelas mesmas perguntas .... olhando, pensando e fazendo.

 

Share this post